Paróquia Nossa Senhora das Graças
 
 ARTIGOS
Ver todos
 DESTAQUES
 
 
FOTOS EM DESTAQUE
Ver todas
 
 CADASTRE-SE
Cadastre seu e-mail para receber atualizações do nosso site:
 
 
 
PE. JOSÉ CORREIA TORNA-SE EMÉRITO
Imagem
Padre José Correia de Oliveira Neto – Emérito

Dia 15 de julho o Pe. José Correia tornou-se padre Emérito da Diocese de Amparo. Pe. Correia já vem à alguns anos adoentado e impossibilitado de exercer o ministério principalmente devido a uma crônica deficiência visual. Pe. José Correia, nascido em Guaiçara – SP em 08/03/1943, tem atualmente 68 anos de idade e 36 anos de ministério sacerdotal. Foi ordenado padre em 07/12/1974 por Dom Gilberto Pereira Lopes que o levou para sua Diocese de Ipameri – GO onde trabalhou vários anos. Vindo Dom Gilberto para Campinas, como arcebispo, Pe. José Correia o acompanhou vindo a trabalhar em Serra Negra. Com a criação da Diocese de Amparo incardinou-se aqui onde exerceu seu ministério em várias paróquias. Pe. Correia como emérito está residindo no

Recanto São Francisco
Rua C s/n – Jardim Placidolândia
Cx.Postal: 11
Cep: 13930-970
Serra Negra – SP.

A Diocese de Amparo está destinando ao Pe. José Correia como emérito 6 (seis) salários mínimos para sua manutenção: dois para sua manutenção no Recanto São Francisco, dois como côngrua – apesar dele ter sua aposentadoria – e dois para seu plano de saúde (Bradesco Internacional).

Leia abaixo o pedido do Pe. José Correia e o Decreto do Bispo Diocesano declarando-o Emérito.
- - - -
Amparo, 15 de julho de 2011

Exmº e Revmº Sr.

Dom Pedro Carlos Cipolini
Bispo Diocesano de Amparo

Eu Padre José Correia de Oliveira Neto, presbítero incardinado na Diocese de Amparo desde sua criação e instalação, venho por meio desta, pedir ao senhor que sejam tomadas as devidas providências, para regularizar minha situação no sentido de ser declarado “Presbítero Emérito”.

Tendo exercido meu ministério em várias paróquias e serviços que a Diocese me solicitou, contando já sessenta e oito anos de idade, sinto-me debilitado pelas enfermidades, em especial a que atinge meus olhos, a qual me impossibilita o exercício pleno do ministério sacerdotal, até mesmo celebrar a santa missa para o povo.

Devido a esta situação já renunciei meu ofício de Pároco da Paróquia Sagrado Coração de Jesus em Jaguariúna. Atualmente encontro-me sem nenhum ofício ou provisão. Assim sendo, mais que renúncia a qualquer ofício conforme Cân. 185, sinto-me impossibilitado de assumir qualquer trabalho pastoral provisionado, pelo que peço ser declarado emérito.

Que Deus o guarde. Atenciosamente:

Pe. José Correia de Oliveira Neto

Testemunhas : Pe. João Gonçalves da Silva

Pe. Francis Tadeu de Oliveira Mistrelli
- - - - - - -

DECRETO

A todos que este decreto virem, saudação, paz e benção no Senhor

DECRETO DE DECLARAÇÃO DE

PE. JOSÉ CORREIA DE OLIVEIRA NETO COMO EMÉRITO

O Bispo Diocesano de Amparo, Dom Pedro Carlos Cipolini, atendendo à solicitação do bem das Almas e da melhor estabilidade pessoal de seu presbítero, define.

CONSIDERANDO QUE o Pe. José Correia de Oliveira Neto exerceu zeloso trabalho pela grei do Senhor, ao longo dos anos aos quais foi chamado por Deus a desempenhar seu ministério ativo como Pastor e administrador dos bens eclesiásticos (primeiramente em Ipameri sua diocese de origem e posteriormente em Amparo na qual ficou incardinado quando da criação da Diocese em 1998).

CONSIDERANDO QUE decorrente e devido a graves enfermidades, entre as quais retinopatia crônica, o mesmo sacerdote sofre de imperícia para exercer utilmente seus deveres de pastor e governo, conforme o zelo das almas e o ofício eclesiástico o exigem.

CONSIDERANDO QUE o Código de Direito Canônico recomenda nestes casos o afastamento dos ofícios eclesiásticos conforme o cân. 1741, 2.

HAVEMOS POR BEM, por meio do presente Decreto, visando a salvação das almas, e o bem do próprio clérigo, no uso das faculdades a nós concedidas pelo Direito decretar o referido Sacerdote Pe. José Correia de Oliveira Neto como “Emérito”, mediante seu pedido aceito por nós conforme cân. 186, gozando o mesmo dos direitos provindos do cân. 1746. Conforme prática diocesana.

Que a Virgem Maria, Mãe do Amparo, permaneça junto a este nosso filho, intercedendo pela sua fidelidade na vivência deste momento de sua vida, a fim de que, como Igreja, em fidelidade à ortodoxia e em comunhão com o Bispo, abrace com empenho a sua missão diária na construção do Reino de Deus, na celebração da Santíssima Eucaristia e na prática das orações. Exorto ainda, que o mesmo Sacerdote se empenhe em incentivar a comunhão presbiteral, com seu exemplo e sua devotada oração.

Cúria Diocese de Amparo, aos 15 dias do mês de Julho de 2011.

Dom Pedro Carlos Cipolini
Bispo Diocesano de Amparo

Pe. Francis Tadeu de Oliveira Mistrelli
Chanceler


 
Voltar
Imprimir
Comentar
Página Principal
Divulgação:
 
 ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Ver todas
 
DESTAQUES
 
 
VÍDEO EM DESTAQUE
Ver todos
 
PESQUISAR NO SITE
Digite a palavra ou frase de seu interesse:
 
 
Paróquia Nossa Senhora das Graças - Fone: (19) 3824-1156 - Rua Rio de Janeiro, 70 Centro - Águas de Lindóia (SP)