Paróquia Nossa Senhora das Graças
 
 ARTIGOS
Ver todos
 DESTAQUES
 
 
FOTOS EM DESTAQUE
Ver todas
 
 CADASTRE-SE
Cadastre seu e-mail para receber atualizações do nosso site:
 
 
 
Faleceu o Padre Gilberto Edson Schneider
Imagem
Nascido aos vinte e oito dias de abril de 1940, no município de Passo Fundo (RS), Padre Gilberto Edison Schneider, graduou-se em Ciências Contábeis pela Faculdade de Economia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Ingressou na Congregação dos Padres Servitas, vindo a transferir-se para a Arquidiocese de Campinas, onde realizou seus estudos teológicos na Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção, na capital paulista. Recebeu o ministério de Diácono, aos vinte e oito dias do mês de fevereiro de 1973 e ordenado Presbítero no dia doze de abril do mesmo ano, na Catedral Nossa Senhora da Imaculada Conceição, sede da Igreja Particular Campineira.
Em sua trajetória pastoral esteve à frente das paróquias São José, na cidade de Mogi Mirim (1973), Santa Izabel (1973-1981), em Barão Geraldo, distrito de Campinas, São Sebastião (1981-1991) no município de Valinhos, retornou a Paróquia São José (1991-2003), e Paróquia Santa Maria, em solo Jaguariunense (2003-2012). Durante o episcopado do hoje emérito Dom Francisco José Zugliani, desempenhou a função de Vigário Geral, colocando-o a disposição de outro sacerdote, no vigente governo de Dom Pedro Carlos Cipolini, onde continuou a exercer seu apostolado em Jaguariúna, sempre primando pela comunhão com o presbitério e a dedicação ao povo de Deus.
No último dia 03, festa de São Tomé, aos 72 anos de idade, em pleno exercício de suas atividades ministeriais, Àquele que um dia chamou Padre Gilberto ao dom da vida e o escolheu para o trabalho em sua messe, carinhosamente colheu sua alma do chão de nossas histórias conduzindo-o ao banquete dos eleitos no Paraíso Celeste. Nossa eterna gratidão ao Padre Gilberto - filho dessa diocese e pastor de incontáveis corações - por ter consumido sua vida por tão nobre ideal, fundindo sua existência e vocação à vida de tantos que o Senhor lhe confiara, deixando nelas suas eternas digitais que apontam para o Ressuscitado, que Ele cria sem ter visto e que agora goza da visão beatífica concedida “àqueles que creram sem terem visto” (Jo 20,29).
O funeral bem como as exéquias aconteceram na Matriz de Santa Maria, em Jaguariúna, paróquia que assistia a nove anos, marcados pela comoção do grande número de fiéis que acorreram a igreja para despedirem-se de seu pastor. Após a emocionada missa de corpo presente, presidida por Dom Pedro Carlos Cipolini e que contou com a presença tanto do clero desta diocese como de sacerdotes da Arquidiocese de Campinas, o féretro seguiu rumo ao Cemitério das Acácias, no município de Valinhos, atendendo o desejo outrora manifestado pelo Padre Gilberto de ali ser sepultado num jazigo a ele ofertado no passado por seus antigos paroquianos.
A este homem que tanto amou e foi amado confiamos a Deus através de nossas preces e certeza de fé expressa na bela frase de São João da Cruz: “No entardecer da vida seremos julgados pelo Amor”, crentes de que todo amor devotado ao Cristo, a Igreja e ao Povo de Deus lhe concederam como recompensa o repouso nos braços do Bom Pastor.
 
Voltar
Imprimir
Comentar
Página Principal
Divulgação:
 
 ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Ver todas
 
DESTAQUES
 
 
VÍDEO EM DESTAQUE
Ver todos
 
PESQUISAR NO SITE
Digite a palavra ou frase de seu interesse:
 
 
Paróquia Nossa Senhora das Graças - Fone: (19) 3824-1156 - Rua Rio de Janeiro, 70 Centro - Águas de Lindóia (SP)